• Equipe Fabio Rocha

Condições mais atraentes aceleram a recuperação do mercado imobiliário e indicadores crescem no ano


O forte crescimento do setor imobiliário desde o último trimestre de 2017 tem impactado positivamente a economia brasileira. Com os créditos imobiliários mais acessíveis e os capitais de aplicações menores por conta da queda da taxa SELIC para cerca de 7% em 2018, houve uma diminuição dos estoques nas construtoras. Segundo a CBI (Câmara Brasileira da Indústria) as condições estão mais vantajosas e a venda de imóveis novos cresceu 9,4% do ano de 2017 e surpreendeu em 2018.

No Vale do Paraíba a procura tem sido por consórcios, segundo a Porto Vale – especialista em venda de consórcios pela Porto Seguro – o aumento foi de 40% nas vendas no primeiro semestre e de 8,3% em todo o país.

Outro ponto positivo que pode impulsionar ainda mais essa retomada é a nova medida do governo que foi anunciada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) que promete aumentar para R$ 1,5 mi o valor máximo de compra com FGTS. Atualmente o imóvel pode ser financiado até 950 mil (válido apenas para compradores de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Brasília), agora a nova determinação do Planalto, que começa a valer a partir de 1º de janeiro de 2019, irá contribuir para imóveis residenciais novos em todo país.

Aproveite a oportunidade neste final de ano para comprar ou trocar seu imóvel com a consultora imobiliária Silvia Rocha.

#arquiteto #arquitetura #arquiteturacorporativa #corretor #consultorimobiliário #consórcio #valedoparaíba #sãojosédoscampos #FGTS #condições #mercadoimobiliário #crescimento #imóvel

101 visualizações